Colagénio: o que é, benefícios e quando usar


O colagénio, é uma proteína responsável por garantir firmeza e elasticidade à pele, que é produzida naturalmente pelo corpo, mas também pode ser encontrada em alimentos como carne e gelatina, em cremes hidratantes ou suplementos alimentares em cápsulas ou pó.

Esta proteína é muito importante para manter as células firmes e unidas, prevenindo o aparecimento de estrias, rugas e linhas de expressão, além de também ser essencial para promover a saúde do cabelo e das unhas.

Além disso, o colagénio é fundamental para a formação dos tendões, cartilagens e ligamentos presentes nas articulações, evitando o contato entre os ossos e, consequentemente, o seu desgaste.

Principais benefícios

O colagénio é uma proteína importante para manter a firmeza da pele e o bom funcionamento do organismo, sendo que os principais benefícios dessa proteína são:

1. Previne o aparecimento de rugas

O colagénio é o maior constituinte das células da pele, promovendo o fortalecimento e aumentando a elasticidade e a hidratação da pele e, por isso, ajuda a prevenir o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

Alguns estudos mostram que consumir suplementos com colágeno, estimula o corpo a produzir outras proteínas que também aumentam a firmeza e elasticidade da pele, como a elastina e fibrilina, ajudando a retardar o envelhecimento da pele, reduzindo as rugas e o ressecamento.

2. Auxilia no tratamento da osteoartrite

A osteoartrite é uma doença que causa inflamação, inchaço e dor nas articulações e ocorre devido ao desgaste da cartilagem, que é formada principalmente por colagénio, e tem como função revestir os ossos, amortecendo impactos e impedindo o contato entre os ossos.

De forma geral, a quantidade de colagénio produzida pelo corpo diminui com a idade, aumentando o risco do desenvolvimento da osteoartrite.

Alguns estudos têm demonstrado que consumir suplementos de colagénio, ajuda a reduzir a inflamação das articulações, além de estimular o corpo a produzir colagénio, o que diminui a dor, sendo muito útil para auxiliar no tratamento da osteoartrite.

3. Fortalece os ossos

O colagénio é importante para dar estrutura e firmeza aos ossos, mantendo-os fortes, no entanto, com o envelhecimento, a quantidade de colágeno nos ossos diminui, deixando-os mais frágeis e menos densos, o que aumenta o risco de fraturas, além de dificultar a cicatrização.

Muitos estudos mostram que os suplementos de colagénio ajudam a fortalecer e aumentar a densidade dos ossos e reduzir o risco de desenvolvimento da osteoporose ou osteopenia.

4. Aumenta a massa muscular

O colagénio é necessário para manter os músculos fortes e funcionando corretamente e a utilização de suplementos de colagénio, ajuda a aumentar a massa e a força muscular, por promover a síntese de proteínas musculares como a creatina, por exemplo.

Além disso, o suplemento de colagénio pode ser muito útil para atletas, pessoas com sarcopenia ou para evitar a perda muscular que ocorre com o envelhecimento.

5. Melhora a saúde cardiovascular

O colagénio faz parte da estrutura das artérias, promovendo uma maior elasticidade dos vasos sanguíneos, o que facilita o transporte de sangue do coração para o resto do corpo. Quando não há colagénio suficiente no corpo, as artérias podem ficar mais fracas e frágeis, aumentando o risco de aterosclerose, que é uma doença cardiovascular caracterizada pelo estreitamento das artérias e que pode causar infarto ou AVC, por exemplo.

Alguns estudos mostram que tomar suplementos de colagénio melhora a saúde cardiovascular e ajuda a reduzir o risco de desenvolvimento da aterosclerose. Além disso, esses suplementos também aumentam o colesterol bom, que é importante para diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

6. Promove a saúde do cabelo e das unhas

O colagénio ajuda a promover a saúde do cabelo e das unhas, pois também faz parte desses tecidos, aumentando o crescimento e a elasticidade dos cabelos, e a resistência das unhas, deixando-as mais fortes e saudáveis.

Quando usar

O uso de colagénio é indicado quando começam a surgir sinais indicativos de que a quantidade dessa proteína no organismo está menor, o que pode ser observado com mais frequência a partir dos 50 anos. Assim, alguns sinais indicativos de menor quantidade de colágeno são:

  • Diminuição da espessura dos fios de cabelo;

  • Aumento da flacidez e perda de elasticidade da pele;

  • Surgimento de rugas e de linhas de expressão;

  • Aparecimento de estrias;

  • Pele fina e desidratada;

  • Diminuição da densidade dos ossos, como nos casos de osteopenia e osteoporose;

  • Enfraquecimento das articulações e dos ligamentos.

Na presença de sinais indicativos de pouca quantidade de colagénio no corpo, é importante consultar o médico para que seja feita uma avaliação completa e possa ser indicado o uso de suplemento, caso haja necessidade.

Como repor o colagénio

Para repor o colagénio e garantir todos os benefícios dessa proteína é importante aumentar o consumo de alimentos que são fontes de colagénio. No entanto, em alguns casos quando apenas o consumo de alimentos ricos em colagénio é suficiente, pode ser recomendado pelo médico o uso de suplementos.

Alimentação rica em colagénio

A alimentação rica em colagénio deve ser feita aumentando o consumo de carnes vermelhas, carnes brancas ou gelatina, por exemplo, sendo também recomendado acrescentar à alimentação do dia a dia alimentos ricos em vitamina C, como laranja, kiwi, abacaxi ou mamão, pois ajudam a melhorar a absorção do colagénio.


Suplementos de colagénio


Os suplementos de colagénio podem ser tomados na forma de cápsulas ou pó, que deve ser diluído em água e tomado juntamente com sumo de limão, por exemplo.


Colagénio em cápsulas: NUTRICODE COLLAGEN PRO FLEX STRENGTH SYSTEM

Colagénio em pó: COLLABEAUTY Q10 EXPERT


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo