Alzheimer: Como manter o cérebro saudável?


Comece já hoje a adotar rotinas para manter o seu cérebro saudável e prevenir doenças como Alzheimer.

Cuidar da nossa saúde mental nunca foi tão importante quanto agora. Com o gradual aumento da esperança média de vida e o impacto que alguns comportamentos têm na nossa qualidade de vida – como a falta de exercício físico, o consumo de álcool em excesso, tabagismo, obesidade, hipertensão, diabetes e depressão – o risco de desenvolver algumas doenças tende a ser maior. É o caso da doença de Alzheimer.

Perda de memória, mudanças na personalidade, dificuldades em realizar tarefas habituais ou perda da noção de tempo são alguns dos sintomas mais comuns desta doença.

Face à previsão do aumento do número de casos de demência – 347 mil portugueses em 2050, segundo a associação Alzheimer Europe – é fundamental apostar na prevenção para diminuir o risco de desenvolvimento da doença e também no diagnóstico precoce para retardar os sintomas e a sua evolução.

Com isto em mente, o Mundo Z da Zurich apresenta-lhe duas estratégias que pode colocar em prática para minimizar o risco de desenvolvimento de demência ou para atrasar o aparecimento dos sintomas da doença de Alzheimer.


Mente sã | Mantenha o cérebro ativo

Segundo vários estudos, manter o cérebro ativo pode atrasar o aparecimento da doença de Alzheimer em cinco anos. E isso é possível através de simples hábitos:

  • ler e escrever

  • fazer jogos

Estas atividades ajudam a estimular as células cerebrais e a diminuir o risco de declínio cognitivo. Para além disso, estimular uma vida social ativa também ajuda a reduzir o risco de demência.

Diversos estudos apontam para a importância da manutenção dos contactos e das interações sociais – como, por exemplo, encontros regulares com um grupo de amigos – na redução do risco de demência.


Corpo são | Adote hábitos de vida saudáveis

Fumar e consumir álcool em excesso são considerados fatores de risco. Como tal, ao evitar estes hábitos, apostando num estilo de vida saudável e ativo e mantendo boas rotinas de sono, estará a dar um passo na direção certa para reduzir o risco associado ao desenvolvimento da doença de Alzheimer.

Uma alimentação equilibrada também tem um papel importante na manutenção de um cérebro saudável. Nesse sentido, importa apostar em alimentos ricos em ácidos gordos ómega 3 e micronutrientes – como as vitaminas do complexo B, vitaminas E, C e D – pelo seu efeito positivo sobre os neurónios.

Exemplos destes alimentos são os peixes gordos:

  • salmão

  • cavala

  • sardinha ou atum

  • leguminosas e cereais

  • frutas e legumes ricos em antioxidantes

  • frutos secos oleaginosos – avelãs, amendoins, pinhões e nozes

Apesar dos fatores de risco que não são controláveis, existem sempre bons hábitos que estão ao alcance de todos e que podem ajudar a prevenir o aparecimento da doença de Alzheimer.

Comece já hoje a adotar rotinas para manter o seu cérebro saudável.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo